• 193 
  •  
  •  
  •  
  •  

Corpo de Bombeiros RJ promove atividade para 150 autistas

Evento "Bombeiro por um dia" aconteceu, neste sábado, em Guadalupe 
 
O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) realizou, neste sábado (05.05), uma festa especial para cento e cinquenta (150) crianças e adultos autistas. A corporação abriu as portas do Complexo de Ensino Coronel Sarmento, em Guadalupe, para uma manhã de atividades lúdicas e supervisionadas, em parceria com a ONG Mundo Azul. 
 
Pelo terceiro ano consecutivo, o evento "Bombeiro por um dia" promoveu oficinas com cães, demonstrações de materiais operacionais, muro de escalada, pista de cordas, plano inclinado e um mini simulado na torre, com direito a rapel. Pais e responsáveis também receberam orientações sobre o transtorno.  
 
- Nós acreditamos na inclusão social como forma de elevar a qualidade de vida dos autistas. É uma grande honra dividir com este grupo um pouco das aventuras e dos desafios que nossos militares vivenciam em sua rotina. Todos os bombeiros que participam desse dia são unânimes: é muito gratificante ver o sorriso dessas crianças! -  afirmou o secretário estadual de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio, coronel Roberto Robadey.
 
Pela primeira vez na festa, Lucia Cristina da Silva não conseguia esconder a emoção. Ela levou o seu filho, Davi da Silva, de 8 anos, com o objetivo de estimular a interação do menino com outras crianças. 
 
 - Este evento é único. Muito importante para a garotada ter contato com novidades.  Tudo está muito bem organizado, atendendo com foco o público autista - elogiou.
 
Quem também não poupou agradecimentos ao Corpo de Bombeiros foi a mamãe Aline de Andrade, que acompanhou seu filho Gabriel, de 10 anos. 
 
 - Nós não conseguimos vir nas outras edições e estamos muito felizes por estar aqui desta vez. Vai ser um dia para ficar na memória. Um trabalho de inclusão como este merece nota 10 - disse. 
 
A pedagoga aposentada Eliane Duarte contou que, quando soube do projeto pela escola do filho, correu para inscrever o Guilherme Cohen, de 13 anos. 
 
 - Estou encantada. Isto aqui é um momento de desenvolvimento.  São atividades recreativas, e ao mesmo, educativas. Que venham mais oportunidades  como esta e estaremos presentes sempre que possível - comemorou. 
 
Uma das responsáveis pela ONG Mundo Azul, Denise Fonseca, diz que o Corpo de Bombeiros não poderia ser melhor parceiro. 
 
 -  Nós trabalhamos pela conscientização da população sobre o autismo. Nossa luta é pelo acolhimento das famílias e pelo direito dos autistas.  Todos aqui estão muito alegres. É fácil ver no rosto de cada participante como a figura do bombeiro herói está presente no imaginário. O evento renova esperança, estimula o desenvolvimento, agrega valores e promove o relacionamento entre as pessoas.   
 
O projeto, organizado pelo Estado-Maior Geral, contou com a participação de bombeiros do Complexo de Ensino Coronel Sarmento (CECS), do Museu Histórico, do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS-Barra), do Grupamento de Socorro Florestal (GSFMA), do Centro de Instrução Especializada de Bombeiros (CIEB), da Diretoria de Assistência Social (DAS) e da Diretoria de Instrução (DI), e com apoio da Fundação de Apoio ao Corpo de Bombeiros (Fabom).